Livro: A Festa de Divórcio

Existem alguns livros na minha estante que eu simplesmente não faço ideia de como vieram parar aqui: se comprei durante minha última visita à livraria do shopping, ou se foram presentes de amigos e familiares (que em todas as datas comemorativas perguntam pela minha lista de “livros-desejo”…). Este é um desses exemplares que estavam encostados acumulando poeira sabe-se lá há quantos anos, já que a combinação da capa e do título não me animava muito. Semana passada finalmente resolvi dar uma chance para ele e descobri que era uma pequena jóia escondida. A festa de divórciode Laura Dave é uma dessas histórias tão inteligentes, delicadas e divertidas que não tem como não evitar pensar: quem dera eu ter escrito essa obra!

Se meus romances preferidos são aqueles contados em um curto espaço de tempo, esse é de bater recordes: tudo se desenvolve em apenas um dia. Ele é contado através das perspectivas das personagens Maggie e Gwyn, que se intercalam nos capítulos narrando a trama. Gwyn está se divorciando de seu marido, Thomas, e eles dois são os pais de Nate, o noivo de Maggie. De fora, tudo parece bem, mas essa família esconde muitos segredos, que estão prestes a vir à tona durante o jantar para a “comemoração” do divórcio do casal mais velho.

IMG_0340

O QUE ESPERAR, AMIGA?

Meu conselho para esse livro é: comece a leitura quando você tiver um tempinho livre, já que com certeza vai querer devorá-lo! Mais uma vez: a história é contada em apenas um dia, então flui de uma maneira muito natural, e o final de cada capítulo tem aquele “gancho” que torna impossível simplesmente fechá-lo para terminar outra hora.

E vá esperando uma história que vai te envolver sem que você perceba! As situações são muito reais, e ali, lendo, você esquece que está lendo ficção. O prólogo conta um pouquinho sobre a casa em que se desenvolve o enredo, e logo somos transportados para o casal jovem Maggie e Nate. Maggie nunca conheceu a família do noivo, e está um pouco apreensiva de visitar a cidade natal dele justamente para a festa de divórcio dos futuros sogros. Logo no caminho, dentro do ônibus, Maggie e Nate reencontram uma vizinha dele, e é naquela conversa que Maggie percebe há muitas coisas no passado de Nate que ele preferiu não compartilhar com ela.

Já Gwyn está ocupada com os preparativos para a festa. E, apesar dos milhares de sentimentos borbulhando dentro dela, ela prefere manter as aparências para todos de que não está triste pelo divórcio, inclusive para seus filhos, que sempre a viram como a mãe e esposa perfeita. E ela vai manter essa pose de mãe e esposa perfeita até o último segundo de seu casamento… Mas isso não significa ser completamente passiva a tudo o que Thomas a causou.

Então, leiam! Sei que vocês não vão se decepcionar…

IMG_0353

JÁ LEU? VAMOS COMENTAR? (cuidado, contém SPOILERS!)

.

.

.

.

.

E aí? Também ficaram apaixonados por esse livro como eu fiquei? Olha, talvez eu me impressione fácil, mas cada virada que a história dava eu ficava com o coração na mão. O plot envolvendo a Gwyn me deixou louca, foi tão bem bolado, e a autora teve tanta delicadeza para falar de um tema como divórcio. Já falei por aqui várias vezes, mas eu mesma presenciei um divórcio nos últimos anos, e pude ver um pouquinho da dor que eu senti muito bem traduzida pela personagem. Só sobrou uma dúvida se ali naquele capítulo final a autora quis realmente contar o que aconteceu com Gwyn ou se deixou uma porta aberta para indicar que ela ainda tinha boas possibilidades em seu caminho.

Eu queria ter gostado mais do final do casal Maggie e Nate, e eu realmente acho que o perdão e segundas chances são importantes em um relacionamento, mas eu fosse a Maggie não sei se teria conseguido continuar com Nate, depois de tudo o que ele optou por não contar para ela. Acho que a autora levantou um debate legal sobre o quanto o fato de nós não querermos falar sobre um assunto pode influenciar na decisão de escondermos ele de quem nós amamos, mas ainda assim… Eu acredito que o Nate deveria ter mencionado o seu casamento e seu divórcio antes, e não colocado a Maggie em uma posição tão desconfortável.

Vocês também amaram a Georgia? Foi minha personagem preferida! Me conta o seu aí nos comentários.

A festa de divórcio

de Laura Dave

Editora Bertrand Brasil 

289 p

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s